JBS é processada por ex-diretores do BNDES

Folha de S. Paulo - Mônica Bergamo

A JBS enfrenta nova ação popular –a primeira delas, bem-sucedida, resultou no bloqueio de R$ 800 milhões da conta do empresário Joesley Batista. Nesta, os autores pedem a suspensão "de toda e qualquer" liberação de recursos do BNDES para a empresa, além do bloqueio de contas bancárias de executivos e das empresas do grupo. 

A ação é movida por ex-magistrados e ex-diretores do BNDES. Eles pedem também a declaração de inidoneidade da JBS e a apreensão do passaporte dos executivos, além do documento de viagem de Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do BNDES. 

A ação já mobiliza a empresa, que teme ser surpreendida de novo por liminar acatando uma iniciativa popular. 

Desde que o acordo de colaboração da JBS com a Procuradoria-Geral da República veio a público, a empresa viu uma avalanche de processos passarem a tramitar com celeridade tanto em órgãos do governo como em varas de Justiça espalhadas pelo país. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário